Menu

Vidas que são Minhas

nobanner

Mensagem recebida pelo Confidente Católico Bento da Conceição –Taquaras – Balneário Camboriú – Santa Catarina – Brasil. Informações fone- fax: (0xx47) 3367-7110 ou (0xx47) 9234-1114 (Vivo) ou (0xx47) 9112-8000 (Tim) ou (0xx47) 3360-7167

Vidas que são Minhas

13/01/1995

 

Meu amor, Minha bondade e Minha paciência vão até um certo limite e de um certo ponto em diante não dá para agüentar mais. Em tudo o que Eu coloquei as Mãos, por direito, tinha que ser Meu, porém, atrás de Mim vem o ladrão e rouba quase tudo o que é Meu. Agora, o que resta é bem pouco e as almas que Eu já levei estão prontas para se levantar. Acordadas serão todas menos as que não são Minhas, essas que foram desviadas terão os seus castigos, porque não Me deram importância. Em hipótese alguma, Eu jamais terei piedade; quem Me feriu não merece amor nem recompensa.

Bento, Meu filho querido, hoje, vou te falar das vidas que são Minhas. Elas são poucas, mas são puras. Essas pessoas irão ter o que merecem e nada irá lhes faltar do que prometi. Em todos os momentos que a Minha Luz era bem recebida por todas estas pessoas, que Me aceitaram, Eu não deixei de fazer o que tinha que ser feito. Cada um deles tem sempre a Minha história para contar, eles falam de Mim com o seu próprio coração e não têm vergonha de Mim. Eu, Jesus, Sou como mel na boca dessas pessoas, porque a Minha doçura é inigualável e ninguém tem mais amor do que Eu. Há quem diz de Mim tudo o que Eu Sou; há outros que aproveitam o Meu Nome para comercializar, estes já tiveram as suas pagas.

Às vezes, Eu Sou jogado no lixo como um indigente qualquer, e fazem de Mim o que bem entendem. Estou sendo um estorvo na face da Terra. As bombas e as balas dos canhões são atiradas contra Mim e o Meu Sangue não para de correr. Os gritos Eu os ouço em todas as partes do mundo; a miséria é lastimável; os hospitais já não dão mais conta; os abusos são terríveis; as maternidades fazem o bem para alguns, mas os menos privilegiados são tratados como animais; as crianças, às vezes, são arrancadas de suas mães sem piedade. Um jogo de empurra, empurra, fazem com os Meus pequeninos. Ah! Gente sem alma e sem coração. Eu não suporto mais. As leis vocês mudaram, mas terão tudo o que plantaram e, de modo algum, terei piedade de toda esta gente que continua Me judiando. Eu tanto que avisei: “Ame o teu irmão como a ti próprio.” Se ao menos não houvesse tanto desprezo, Eu, Jesus, o Salvador da humanidade, teria amenizado os castigos sobre a Terra, mas não Me deram atenção. Hoje, nada mais Me resta, somente fazer justiça; justiça que será feita conforme cada um fez. Eu vou buscar onde Eu não plantei. Aquilo que passaram por cima de Mim, o diabo, Meu inimigo, é o causador, pois ele não parou de Me aborrecer este tempo todo. Bento, Meu filho, a paz é Minha e o consolo vou dar para os poucos que Me restam, mas é preciso que Eu faça primeiro a limpa. Ela está sendo feita começando pelos grandes que para Mim são pequenos. Os justiceiros terão castigo maior, as suas riquezas irão se acabar, e as mentiras deles serão ditas as claras para que todos fiquem sabendo o que eles esconderam de Mim. Vou pôr a mão e começar a limpar os frutos que Eu não plantei, pois a semente foi do diabo e ele vai levar tudo o que é dele.

Bento, Meu filho, às vezes, ainda tens um pouquinho de dúvida de que Sou Eu, Jesus, que, falo contigo. Meu filho, és tudo o que Eu queria e sem Mim nada poderias escrever. É lindo o que tu fazes e fui Eu, Jesus, que te fiz assim. O teu valor, Bento, está no teu coração, e a porta da Minha entrada está dentro de ti. Eu te quero muito, sabes mais do que ninguém que Eu te amo, Meu filho. Hoje, és a prova das Minhas palavras; amanhã serás mais ainda. És a luz, Bento, que irá permanecer acesa até a Minha volta.

Sobre ti o Meu espírito permanece.

 

Jesus

Leave a Comment

You must be logged in to post a comment.
Clique para ir ao Livro Impresso